segunda-feira, 4 de junho de 2007


Alguns dos livros que comprei e outros que eu já tinha na casa de minha irmã. O desagradável disso tudo foi pagar excesso de bagagem. Duas vezes, da Europa para São Paulo e de São Paulo para Curitiba, ninguém me perdoou desta vez. Minha irmã bem me avisou, 'isso vai dar problema!' E ainda tive que deixar tanta coisa na casa dela.
Saí de lá para o aeroporto às 4 da manhã, o que quer dizer que eu dormi umas 2 horas no máximo. Não consigo dormir muito cedo, sobretudo se minha cabeça estiver trabalhando. Esperei três horas em Amsterdã e cinco em São Paulo.
Agora, sair da Europa para sentir frio no Brasil foi a primeira vez na minha vida.
....

2 comentários:

Allan Robert P. J. disse...

Sei não, mas acho que com o frio empatamos. (Que primavera mais doida...)

Manoel Carlos disse...

Você lamenta pagar excesso de bagagem, eu não me perdôo pelos livros e discos que algumas vezes deixei pra trás.