quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

França - Janeiro 1997


Acho que este foi um dos piores invernos que peguei na Europa. Pegamos uma tempestade de neve na França e ficamos presos no carro por, se não me engano, 11 horas....50 kms em 11 horas e depois não tinha nenhum hotel para descansar, deram prioridade para as famílias com crianças, evidentemente. Ainda me lembro que estava com as lentes de contato que foram direto dos meus olhos para o lixo. Foi uma aventura. Uma aventura bastante fria.

Mais fotos de minhas viagens

........

Plebiscito em Portugal em campanha acirrada

Embora a lei que determinou o plebiscito proíba a participação de autoridades eclesiásticas na campanha, a Igreja Católica está em franca atividade pelo não, recorrendo, inclusive, a artifícios proibidos, como envio de mensagens SMS pelo celular, tentativa de influenciar o voto de jovens alunos de escolas religiosas e vigílias em paróquias na véspera da votação. Ao todo, o “Em movimento pelo Sim” apresentou seis queixas contra a campanha “Não obrigada”

O plebiscito é neste dia 11. Eu, se estivesse em Portugal (e fosse portuguesa, claro!) não teria dúvidas, votaria pela despenalização. A pergunta que os portugueses devem responder é esta: “Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas dez primeiras semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?” Que eu saiba, o fato de permitir que outra mulher opte pela interrupção da gravidez não me obriga a fazê-lo, então que direito eu teria de interferir na vida dessa pessoa, de tornar o seu ato criminoso caso ela precise recorrer ao aborto. Não é preciso ser a 'favor' do aborto, basta ser favor da despenalização, é isso que quero dizer e acho revoltante o papel da igreja nisso tudo. Nem sei se me fiz entender...enfim, sou a favor da escolha.

6 comentários:

nora borges disse...

Estou em Segóvia, finalmente com tempo para passear pelos blogs e pacientemente ler os posts todos. Nunca peguei tempestade na estrada, deve ser terrível!
Um beijo

Polly disse...

Que perigo este epsodio com a neve menina!
Voce se fez entender sim com relacao a despenalizacao e eu concordo com vc, plenamente!

Sonia disse...

Assunto muito complexo para se discutir num post.

carlos bruni disse...

Leila, esgotei minha quase infinita paciência com o Blogspot e estou migrando para o Uol Blog. Apareça por lá.

www.c.bruni.uol.blog.com.br

O nome continua: "Caminhos de papel"

Abs

Carlos Bruni disse...

Perdão pelo lapso. O certo é:

www.c.bruni.blog.uol.com.br

Manoel Carlos disse...

Eu votaria pelo sim, pois sempre achei que, nesta questão, a última palavra deve ser da mulher.