sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

O Poema da sexta-feira

Irene no céu


Irene preta
Irene boa
Irene sempre de bom humor.


Imagino Irene entrando no céu:
— Licença, meu branco!
E São Pedro bonachão:
— Entra, Irene. Você não precisa pedir licença.

Manuel Bandeira

3 comentários:

Allan Robert P. J. disse...

Faltam Irenes neste mundo.

Feliz 2010! :)

Rubens da Cunha disse...

hehe, eu acho que esse é poema para todo dia :)
obrigado pela visita ao casa de paragens. feliz ano novo também...
beijos

Barros disse...

Leila,
Obrigado pelas visitas, comentários e tudo de bom que pudemos compartilhar em nossos bolgues.
Um grande abraço e um feliz 2010!