terça-feira, 25 de abril de 2006

La Belgique



Esse blog, há muito, não faz jus ao nome, entretanto, tem gente que chega aqui por causa deste Bélgica estampado aí no título. Deve ser uma frustração para estes. Há alguns meses me escreveu um rapaz do Sul dizendo que ele e a noiva iam passar a lua de mel na Bélgica. Ele, em parte por causa da cerveja. Fizeram assim, abriram uma conta e pediram aos amigos que, como presente de casamento, depositassem dinheiro para a viagem deles. Excelente idéia, não? Eu também ia preferir isso ainda que depois tivesse que dormir um ano num colchão no chão. Na minha família acontece o contrário, outro dia foi casamento de uma prima (esperando que ninguém da minha família leia este blog) e gastaram mais ou menos 40.000 reais com o casamento....eu só pensando em quantas viagens era possível fazer com isso. Eu sei quanto foi porque a mãe da noiva adora falar em valores. Para muita gente isso não é exorbitante para uma festa de casamento, para mim é porque tenho outras prioridades. Acho pouco criativo, meus primos não são ricos.

Enfim, prefiro o método deste casal do Sul que me escreveu. Nós ficamos em contato durante alguns meses, enquanto ele organizava a viagem. Convenci-o de que a Bélgica era meio pequenininha, que deviam ir à Holanda, França....Assim fizeram. Talvez ainda estejam viajando. Há poucos dias se encontraram com minha irmã em Bruxelas, ficaram hospedados na casa dela. Veja como é o mundo virtual, eu mesma nunca os vi. Minha irmã gostou dos dois. Eu espero que façam uma boa viagem, que seja mesmo inesquecível, o entusiasmo dele era muito.
Então eu decidi fazer alguns posts dedicados à Bélgica: cerveja, chocolate, cineastas, músicos, pintores, cidades e o que mais me vier à cabeça ou à cabeça dos meus seis leitores. Aceito pedidos. Estou pensando em começar pela cerveja. Vamos ver.

2 comentários:

Manoel Carlos disse...

Leila, a prioridade de cada um é conforme o jeito de ser.
Uma de minhas filha, por exemplo, adora festas, teve festa de quinze anos, em um clube, para centenas de pessoas; as outras duas detestam festas, uma delas optou por passar dois meses na França; a outra quer a parte dela em livros.
Há um dito popular: "o que é de gosto, regala a vida".

Bullit disse...

Oi, Leila! Que legal ver um blog voltado para as coisas da Bélgica, este pequeno e adorável país. Foi o último que conheci da Europa, e que me marcou de modo indelével.
Se aceita sugestão, fale um bocadinho de Brugges, pois lá estive muito rapidamente.
Um beijo.