quarta-feira, 21 de setembro de 2005

Baghdad Burning

De vez em quando gosto de ler as notícias sobre o conflito no Iraque (sei lá como chamar isso) nesse blog:
Baghdad Burning. É mais ou menos como se eu telefonasse para uma amiga de lá e perguntasse: ‘Então, como vão as coisas vistas do interior?’

Deixo aqui um pedacinho do último post, uma reflexão sobre os quatro anos do ataque às torres de Nova Yorque e um balanço das perdas de um lado e de outro. Muito irônica, no final ainda parabeniza os Estados Unidos porque estão ganhando de longe.
....................

It has been four years today. How does it feel four years later? For the 3,000 victims in America, more than 100,000 have died in Iraq. Tens of thousands of others are being detained for interrogation and torture. Our homes have been raided, our cities are constantly being bombed and Iraq has fallen back decades, and for several years to come we will suffer under the influence of the extremism we didn't know prior to the war.

(......)

Four years later and the War on Terror (or is it the War of Terror?) has been won:


Score:

Al-Qaeda – 3,000
America – 100,000+

Congratulations.

Em:Baghdad Burning

4 comentários:

carlos bruni disse...

Será que o placar é tão favorável assim aos americanos? Não deve ser lá muito legal eles sempre irem para a cama pensando que no dia seguinte um 747 pode explodir sobre suas cabeças. Não bastasse isso, eles ainda tem o Katrina, o Rita e, para mal dos pecados, um presidente que é um incompetente.

Abraços
Carlos Bruni

Manoel Carlos disse...

Ontem, numa reportagem sobre a morte do famoso caçador de nazistas, alguém disse que a ação do falecido serviu como um alerta àqueles que cometem crimes contra a Humanidade: algum dia eles serão punidos; infelizmente não tenho esta fé religiosa segunda a qual - como deveria chamá-los? de artilheiros? - os resposáveis pela elevação destes números serão punidos.
Já pensou? no banco do dos réus do Tribunal Penal Internacional Bush (que não reconhece o tribunal), Sharon, Blair e tantos outros?
Eu chamo de invasão mesmo.

marcelo disse...

BAGDÁ


Que luzes são essas
Que mancham a terra
De sangue e fumaça?
Estrela às avessas –
Um filho que berra –
A vida que passa!

E os uivos na noite
Que calam as sombras –
Cantar de sereias?
A marca do açoite
Na fome das bombas
Deflora as areias.

O berço da vida
Rasteja à mingua,
Curvado, exangue.
E a águia maldita
Estende sua língua
Coberta de sangue.

Senhores ilustres
Em gritos de Hurra!
Rasgaram tratados
Deixando os abutres
Encherem suas burras
Com o ouro roubado.


Leila, escrevi isso há mais de ano. Continua atual. Bj!

Anônimo disse...

...please where can I buy a unicorn?