terça-feira, 21 de dezembro de 2004

Insomnia

Toda noite era assim, mal postava a cabeça no travesseiro e já encontrava Morfeu….

Uma noite foi diferente, esperou, esperou e o sono, sempre tão certo, não veio. sem experiência, não sabia onde buscá-lo, só sabia que, no dia seguinte, às seis da manhã, tinha que estar de pé. Ocorreu-lhe então experimentar a mais popular das receitas: contar carneirinhos. Contou e dormiu….

e sonhou que carneiros furiosos a perseguiam.


..........................................................................................................



“Todos somos locos,
los unos y los otros”.

Quevedo

3 comentários:

Manoel Carlos disse...

Tem sua graça :c)

Allan Robert P. J. disse...

É por essas e por outras que quando tenho meus ataques de insônia, levanto e vou ler na sala.

Ciao

Anônimo disse...

Uau!